Atualidade

Amanhã, 20 de março, celebra-se o Dia Mundial da Saúde Oral, uma iniciativa da World Dental Federation que tem como objetivo aumentar a consciencialização sobre a importância de cuidados dentários e destacar os obstáculos enfrentados pelos cidadãos, no que diz respeito ao acesso a cuidados médicos na área da Saúde Oral.

A Unidade Local de Saúde de Trás-os-Montes e Alto Douro (ULSTMAD) dispõe de um Grupo de Tumores Hereditários e Oncogenética que reforça a prevenção do cancro e a vigilância de doentes e familiares.

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, representou Portugal na 67.ª Reunião da Comissão de Estupefacientes das Nações Unidas, um órgão criado em 1946 para reforço das políticas de droga em todo o mundo.

O estudo “Chemotherapy and Radiotherapy Long-Term Adverse Effects on Oral Health of Childhood Cancer Survivors: A Systematic Review and Meta-Analysis”, desenvolvido pelo centro de investigação da Egas Moniz School of Health and Science e publicado na revista Cancers, alerta para a importância dos cuidados de saúde oral e a prevenção de doenças em sobreviventes de cancro infantil. A investigação tem como objetivo realçar os efeitos adversos de longo prazo da quimioterapia e radioterapia na saúde oral de sobreviventes pediátricos oncológicos e também fornecer informações relevantes aos oncologistas pediátricos.

O 12.º Congresso da Sociedade Portuguesa de Ortopedia Pediátrica (SPOP) vai decorrer de 18 a 20 de abril, no Hotel Axis, em Viana do Castelo.

"Diabetes em Movimento" é um programa comunitário de exercício físico para pessoas com diabetes tipo 2 coordenado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) através do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física e do Programa Nacional para a Diabetes e abriu o processo de auscultação de instituições interessadas na implementação local do programa em 2024/2025.

O Hospital do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada, passou a dispor de tecnologia que lhe permite monitorizar remotamente doentes de Cardiologia, anunciou a instituição, destacando a importância desta inovação para os utentes das ilhas sem hospital.

Quase metade da população mundial em 2021 sofria de uma doença neurológica, principal causa de problemas de saúde e incapacidade a nível global, estima um estudo hoje, 15 de março, publicado na revista médica The Lancet Neurology.

Investigadores da University College Cork, na Irlanda, concluiram que os bebés que nasceram durante os confinamentos decorrentes da pandemia COVID-19 desenvolveram alterações na microbiota intestinal. De acordo com o estudo publicado na revista Allergy, demonstrou-se que estes bebés apresentam taxas mais baixas de alergias comuns.

Uma equipa científica conseguiu criar um mapa espacial do coração humano em desenvolvimento, com resolução unicelular. Os detalhes da investigação foram publicados na revista Nature, num artigo liderado por cientistas da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, e que mostra como as células se organizam à medida que o coração se desenvolve.

Publicações